popeye-serhurbano

Cachimbo, Espinafre e Porrada: POPEYE ESTÁ NA ÁREA!

Devo confessar que sou desses leitores que perco facilmente a linha para uma bela capa. Quando o editor diz “eu quero na capa um desenho de impacto e uma boa frase de efeito” é em pessoas como eu que ele está pensando. Por isso que freei rapidamente minha aceleração pessoal, quando estava a caminho do ponto do 338 na Avenida Presidente Vargas, naquela banca que fica na esquina da Rua do Ouvidor com a Avenida Rio Branco, praticamente em frente a uma lanchonete da franquia MC Donalds, ao ver o Popeye levantando um carro parodiando a famosa capa de Action Comics que apresentou o Superman ao mundo. O mais convidativo era o fato de se tratar de uma edição de luxo do personagem clássico.

Capa que simula a famosa capa da Action e Comics que apresentou o Superman ao mundo.
Capa que simula a famosa capa da Action e Comics que apresentou o Superman ao mundo.

Super Popeye” é o lançamento da editora Pixel que reúne cinco edições da revista Popeye, lançados originalmente em 2011, pela editora IDW. Os roteiros são de Roger Langridge, neo zelandês que já trabalhou com personagens como Muppets e Thor. O bacana é que originalmente a série teria somente quatro edições, mas a aceitação foi tão boa, que o espinafre desceu macio e um total de doze foram feitas.

Ia ser bacana se a Pixel animasse de lançar a coleção completa! Por que? Porque Popeye atravessou as décadas seguindo popular e ao mesmo tempo politicamente incorreto. Nem os grandes tabagistas do universo dos quadrinhos como o agente Nick Fury e o mutante Wolverine, ambos da Marvel, que eram sempre retratados com charutos na boca, mantiveram o hábito na sociedade atual. Já o marinheiro mantém-se com seu cachimbo na maior tranqüilidade – numa história chega a se gabar de que graças a fumaça do cachimbo os mosquitos nunca o incomodam – e segue resolvendo todos os seus problemas na base da porradaria.

Que maravilha são os conselhos do Popeye!
Que maravilha são os conselhos do Popeye!

Além da personalidade forte, digamos assim, do protagonista, Langridge traz para a série todos os personagens clássicos da mitologia do Popeye. Estão lá a Olívia Palito e sua família, com destaque para Castro, irmão picareta da moça, Bluto ( nome original do Brutus que foi readotado pelo autor conforme explica um texto no início da edição), o aproveitador Dudu, a Bruxa do Mar, Jeep (aquele bicho esquisito), o bebê Gugu, e muitos outros (sério, tem mais um monte).

Ultimate Fight? Porradaria mesmo é o clássico Popeye vs Bluto!
Ultimate Fight? Porradaria mesmo é o clássico Popeye vs Bluto!

Um texto do cartunista Ota, que por anos editou a Mad no Brasil, introduz a edição, relembrando que Popeye foi criado praticamente dez anos antes do Superman e dos demais heróis de colant. Outro fato curioso é saber que Bobby London, artista vindo do underground, assumiu as tiras do personagem colocando o marinheiro em situações “diferentes”, como comprando espinafre da mão de traficantes, só para citar um exemplo. Uma história onde dois padres achavam que Olívia ia praticar um aborto foi a gota d’água para afastarem o cartunista. ed

Cada história é recheada da bons exemplos como esse!
Cada história é recheada da bons exemplos como esse!

Outro ponto positivo da edição é reproduzir as capas alternativas feita por nomes como John Byrne e Jules Feiffer. E como a edição reproduz na íntegra os títulos norte-americanos, as histórias do Professor Caracol também escritas por Langridge (muito divertidas por sua vez) também estão incluídas. Bom saber que um roteirista competente interessado em manter de forma caprichada a essência de um personagem com décadas de vida consegue reacender o interesse pelo velho marinheiro comedor de espinafre e o reapresentar – sem firulas, diga-se de passagem – para uma nova geração após um intervalo de quase trinta anos de histórias inéditas.

Na capa feita por John Byrne, o marinheiro aparece detonando os X-Men!
Na capa feita por John Byrne, o marinheiro aparece detonando os X-Men!
The following two tabs change content below.
Lencinho

Lencinho

Também já subiu pelas paredes. Por amor mas também para matar um pernilongo.
Lencinho

Latest posts by Lencinho (see all)