Category Archives: 24 frames

Tempo Glauber sob nova direção

O espaço cultural Tempo Glauber está sob nova direção. A instituição, fundada pela família do cineasta Glauber Rocha em 1983 – dois anos após sua morte – encontra-se desde o início de 2015 sob a batuta da produtora Cinema Petisco. Os novos inquilinos do antigo casarão, localizado à Rua Sorocaba, em Botafogo, são os mesmos que já há algum tempo organizam mostras, festivais, cineclubes e cursos de formação cinematográfica cidade afora, através do braço sociocultural da produtora, a associação Cidadela. …Continue lendo>>>

Sobre Vertigem, Cineclube e Sobrado

Da parceria entre Serhurbano e Poliphonia, nasce o “Clube Vertigem – Cinema no Sobrado”, com  estreia marcada para a próxima quarta-feira, dia 19 de agosto. Vamos fazer um cineclube temático a cada edição, focando principalmente nos curtas, mas sem deixar de lado os médias e longas que precisem dessa força.
serhurbano-clube-vertigem

Vertigem é a sensação de que o corpo de um indivíduo ou o ambiente que o cerca está em movimento. Será que a gente pode se apropriar dessa definição linguística e fazer uma analogia com nossa vida, juventude e busca por novas ideias e trabalho ? A gente acredita que sim. …Continue lendo>>>

8º Encontro de Cinema Negro Brasil, África e Caribe

“O audiovisual é o que se tem de mais avançado como meio de comunicação entre os povos da terra. O cinema é uma arma, nós negros temos uma AR15 e com certeza sabemos atirar”.

As palavras são de Zózimo Bulbul, ator e cineasta brasileiro que sempre lutou pelos direitos dos negros. Quem já assistiu “Compasso de Espera”, de Antunes Filho, e “Alma no Olho”, do próprio Zózimo, consegue entender de cara a mensagem do artista e disseminador da cultura africana. Infelizmente, o perdermos em 2013, mas sua história permanece. Até o dia 3 de junho, por exemplo, um de seus principais legados acontece no Rio de Janeiro: o 8º Encontro de Cinema Negro Brasil, África e Caribe.
…Continue lendo>>>

Festival 72 horas: três dias de loucura e de muito filme bom

Em 72 horas eu consigo fazer um bocado de coisa: escrever duas matérias, fazer milhares de telefonemas, ir à exaustivas reuniões e até mesmo encontrar uns amigos para um bate-papo. Agora, produzir um curta em apenas três dias parece papo de doido. Como sou adepta a uma boa doideira, conversei com dois coletivos que embarcaram nessa ideia do 72 horas RIO, que tem como proposta fazer com que dezenas de cabeças pensantes desenvolvam um filme em um curto período de tempo. Toda a produção do roteiro, filmagem e edição deveriam ser completados entre 18h do dia 30 de abril e 18h do dia 3 de maio. Acha impossível? Posso apostar que não.
72-horas-festival-cinema-24-frames-serhurbano

…Continue lendo>>>

Se morar é um direito, ocupar é um dever

O artigo sexto da constituição federal em seu parágrafo único estabelece como direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância e a assistência aos desamparados.

Agora falemos de matemática e uma conta que não fecha. Hoje, o Rio de Janeiro possui aproximadamente 5 mil imóveis abandonados, sendo 300 deles só no Centro do Rio. São estruturas gigantes e sem uso como os hotéis Nacional, em São Conrado, e Paineiras, no Parque Nacional da Tijuca; a extinta Universidade Gama Filho, em Piedade; o esqueleto da Univercidade, na Avenida Brasil; o prédio da Oi, no Engenho Novo; e um prédio inacabado nos limites do Parque da Cidade, em Niterói. Juntos, esses imóveis jogados às traças poderiam solucionar o déficit habitacional do Rio, que hoje atinge mais de 140 mil famílias. …Continue lendo>>>

Mate com Angu alimenta a fome de cultura da Baixada

Vai um mate com angu? A mistura parece ser muito doida, e é mesmo. Desde 2002, em Duque de Caxias, o coletivo audiovisual Mate com Angu promove ações de cunho sociocultural para os moradores da Baixada Fluminense.  O grupo tem como proposta exibir e produzir imagens que estejam relacionadas ao contexto da região para que, desta forma, seja estimulado um debate entre os moradores de Caxias e adjacências.

mate-com-angu-cineclube-serhurbano-baixada

foto: Úrsula Nery
foto: Úrsula Nery

…Continue lendo>>>

The Rio Festival of New Cinema – De 1 a 5 de Abril no Cine Jóia

O festival é parte do projeto The Film Festival Network,  criado por um grupo artistas que querem fortalecer a cena dos festivais de cinema ao redor do mundoem um formato menos megalomaníaco e mais intimista.

De hoje (1) até 5 de Abril, o The Rio Festival of New Cinema vai rolar no Cine Jóia Copacabana, apresentando uma variedade de estilos cinematográficos e destacando os novos artistas, além de mostrar como o tema “cinema” está evoluindo para um diálogo democrático global. …Continue lendo>>>