junta-local-bemcomida-serhurbano

Junta Local

Comer não deve ser um ato mecânico e descuidado. O primeiro passo é transformar nossa compreensão do que significa ser saudável e ter prazer nas refeições. Vale a pena ter em mente que, curiosamente, o trato digestivo humano tem mais ou menos a mesma quantidade de neurônios que a coluna vertebral.

Uma coisa é fato: Saúde e alimentos não industrializados andam juntos. Fica complicado quando as prateleiras dos supermercados estão repletas de substâncias comestíveis que lembram comida. Outro dia, resolvi fazer uma pizza aqui em casa e tudo que encontrei foi presunto “tipo” parma e queijo “tipo” parmesão. Já o preço deles não era “tipo” coisa nenhuma!

Comida boa e saudável não deveria ser cara e de difícil acesso para o consumidor; comida boa e saudável não deveria dar prejuízo para o produtor. E é com esse pensamento que surgiu a Junta Local : criar uma comunidade que reúna produtores e consumidores em torno da comida local e justa.

Fotógrafa: Luiza Maxime Chataignier
Fotógrafa: Luiza Maxime Chataignier
Fotógrafa: Luiza Maxime Chataignier
Fotógrafa: Luiza Maxime Chataignier
Fotógrafa: Luiza Maxime Chataignier
Fotógrafa: Luiza Maxime Chataignier
Fotógrafa: Luiza Maxime Chataignier
Fotógrafa: Luiza Maxime Chataignier

De todos os prazeres, o de comer é aquele que mais vale a pena ser compartilhado. Nesse sentido, a Junta Local é muito mais que uma feirinha bacana, é um ponto de encontro de gente afim de comer bem e de forma consciente. Para eles, é preciso ajuntar!

Junta Local#3
Junta Local#3

Foi ajuntando que o evento chegou a quarta edição pedindo por mais espaço. Depois de três edições no Comuna, a feira vai ter duas casas:  a próxima feira será neste sábado (8) no Reduto, um casarão na Rua Conde de Irajá, 90, em Botafogo.

No Reduto, a Comuna continua no comando do som e da cozinha, com sanduíches feitos com os próprios produtos da Junta. Mas, a boa mesmo é que estão programadas edições temáticas por lá. A primeira será no dia 28 de novembro, com o tema Verão. No mínimo, refrescante…

Além de poder comprar alimentos artesanais, fabricados em pequena escala, sem uso de porcarias, e que respeitam a sazonalidade, dá pra trocar uma ideia com os produtores, conhecer cada etapa da produção, experimentar as comidinhas e também dar o seu feedback direto aos produtores.

Foi assim que a Juliana Sobral entrou para a Junta Local com a Granola Real. Ela foi na segunda edição da feira e amou todo o conceito de apoiar quem faz, conhecer a pessoa na hora, conversar, perguntar e trocar ideias. E foi num papo com o Ricardo Marins, do Pastifício La Storia, que ela se empolgou e decidiu entrar para a Junta. Ela já fazia granolas há um ano, mas só para a família e alguns amigos.
juntalocal-serhurbano-bemcomida

A Junta serviu como um empurrão para mim. Era o que faltava para o meu negócio. Depois de um mês da minha primeira participação na Junta Local, já produzi mais de 40 quilos de granola!”, conta a granoleira.

 Confira a lista completa de quem vai estar por lá amanhã.

Os organizadores Thiago Nasser, Henrique Moraes e Bruno Negrão são gulosos e querem aproximar cada vez mais produtores a diferentes locais. A feira pode acontecer em qualquer lugar. Qualquer um pode iniciar uma Junta Local. Mobilize sua comunidade, busque novos produtores. Ajunta aí!

Junta Local
Onde: Reduto – Rua Conde de Irajá, 90 – Botafogo
De 10h às 20h
GRÁTIS

The following two tabs change content below.
Maria Carolina Mello

Maria Carolina Mello

Redatora, roteirista, assessora de imprensa e mídias sociais, é metade do coletivo de dois '8-bitch project'.
Maria Carolina Mello

Latest posts by Maria Carolina Mello (see all)