Ocupações/Intervenções

ocupações-intervenções-serhurbano
Qual é o real aproveitamento do espaço público por aqueles que vivem em seu entorno?

Qual a finalidade de uma praça?

Seriam os espaços públicos ambientes democráticos e livres para as trocas entre gerações, entre famílias, entre classes?

 

São essas questões que formam o nosso DNA. A nossa mobilização,  é feita por uma cidade melhor para todos, reativando espaços esquecidos da cidade com cultura, arte, saúde e vida com a participação cidadã, dos verdadeiros sereshurbanos que vivem a cidade.

O audiovisual é o caminho de exposição para a população sobre essas ações, ideias e soluções e somado com as novas tecnologias e redes é possível que tudo isso seja compartilhado e alcançado por inúmeras pessoas.

 

escadaria-carmen-miranda-ocupação-intervenção-serhurbano

A primeira ação do grupo em Janeiro de 2014, foi a pintura de uma escadaria que liga o Bairro de Fátima a Santa Teresa, na Rua Monte Alegre.

Os artistas João Mancha e Rafael Bandeira pintaram a imagem de uma Carmen Miranda a convite da SerHurbano. A inauguração do novo ponto turístico foi devidamente festejada com música no entorno da praça.

vaga-viva-100-em-1-dia-ocupação-intervenção-serhurbano

O SerHurbano participou do 100 em 1 Dia, festival de cidadania mundial que acontece em 10 cidades pelo mundo, com a Vaga Viva no bairro da Glória.

Em vez de mais um carro estacionado, uma vaga recebeu uma confraternização com música, comes e bebes, decoração original e atividades lúdicas.

escadaria-grande-otelo-ocupação-intervenção-serhurbano-portfólio

escadaria-grande-otelo-fotos-ocupação-intervenção-serhurbanoDevido ao sucesso da primeira escadaria, a SerHurbano voltou a colorir o bairro em Maio de 2014, desta vez com o apoio das Tintas Coral. O artista João Mancha pintou o Grande Otelo na escadaria da Praça Presidente Aguirre Cerda, que também leva a Santa Teresa. A inauguração resultou em uma grande festa com:

– Vaga Viva com atividades infantis (Coletivo Útero);
– Feira de Trocas (Desapegue-se);
– Djs (Vitrolinha e Analógico Imaginário);
– Show com a banda Feijão Coletivo;
Disco Xepa com alimentação gratuita;
– Intervenção artística (8-bitch project)

escadaria-santa-marta-ocupação-intervenção-serhurbano

A convite da Tintas Coral, em setembro de 2014, a SerHurbano promoveu a pintura da principal escadaria da entrada do Morro Santa Marta.

O coletivo NAVIU assinou a arte que homenageia o bloco Spanta Neném, criado na comunidade.

quintal

Em Junho de 2015 em parceria com o Consulado Geral da Itália, produzimos  uma série de eventos com atividades de gastronomia, músicais e culturais para transformar a Praça Itália, localizada na esquina das avenidas Beira Mar e Presidente Antônio Carlos, em um inesperado “respiro” em meio ao centro da cidade do Rio.

O espaço foi adotado e revitalizado pelo Consulado Geral da Itália, responsável pela manutenção e conservação paisagística da mesma, em um projeto idealizado conjuntamente à Prefeitura do Rio de Janeiro e à Fundação de Parques e Jardins da cidade que também visa aumentar a segurança do local.

QUINTAL foi desenvolvido e realizado pelo SerHurbano  com o intuito de integrar sobretudo as pessoas que circulam diariamente pela área e fazer da praça um ponto agradável de encontro , lúdico e acolhedor. Um verdadeiro QUINTAL de todos nós.

o passeio e publico

O que muda quando mudamos de lugar? É o espaço que nos muda, ou somos nós que mudamos o espaço?
O que podemos aprender na cidade através dos olhares das pessoas? Qual a nossa posição e relação com os lugares enquanto utilizadores e, ao mesmo tempo, transformadores? Como podemos colaborar para fazer acontecer JUNTOS a cidade que queremos?

Construído no Século XVIII, o Passeio Público foi o primeiro parque público do país. Localizado no ♥ do Centro, na Rua do Passeio, principal rua de ligação entre a Lapa e a Cinelândia, é um local rico, arborizado, fresco e agradável, que em seus 230 anos de história deixou de fazer parte do mapa cultural da cidade e hoje encontra se como um espaço ocioso, sem nenhum tipo de atividade em sua programação e por isso, um lugar que gera a sensação de insegurança para o público passante.

Pra mudar o curso dessa história, em Julho de 2015 foi criada uma força tarefa da união de produtores independentes e de coletivos que repensam a cidade, resignificam áreas, bairros e regiões e que pra isso botaram a mão na massa: SerHurbano, FAZ NA PRAÇA, Sarau do Escritório, Quermesse, Perto do Leão Etíope do Méier, etnohaus, Fábrica Nômade Sonora, Rádio Libertá, Circo Voador e Trama.

O movimento “O PASSEIO É PÚBLICO” deu o start da reativação desse espaço através de um evento multicultural unindo artistas e projetos de diversos territórios da cidade, ocupando o Passeio com Arte, Cultura, Música, Debates, Gastronomia, Saúde, Bem Estar, Integração e Lazer.