Tag Archives: porto alegre

Fela Day Brasil – Afrobeat de Norte a Sul

Fela Anikulapo Kuti estaria soprando a velinha de 76 anos hoje (15 de outubro), caso as complicações decorrentes da AIDS não o houvesse matado em 1997.

Nascido próximo a Lagos, capital da Nigéria, em 1938, o saxofonista Fela inventou, a partir do tradicional high life nigeriano e elementos de jazz, um gênero musical novo, o hipnóticoenvolventenãoconsigoparardedançar Afrobeat. Bastaria isso pra garantir sua influência na cultura de todo o mundo. Mas ele foi além. …Continue lendo>>>

Rio de Janeiro e Porto Alegre: aqui ou lá, lá ou aqui, tudo está acontecendo

Essa velocidade “quântica-cósmica” do tempo às vezes me extrapola e quando me dei conta já tem tempo que não pinto por aqui. Talvez tenha a ver com essa vida de mudança constante que tenho experimentado. Pois bem, mas cá estou. Aquela minha primeira ida à Porto Alegre durou quase um mês e depois de quase três semanas no Rio de Janeiro, já estou na terceira casa-coração-aberto.

Vivi muitas coisas incríveis nos dias que seguiram depois da minha última postagem de lá. Cheguei a ir ao espaço Acordar, que eu tinha citado no último texto. Era uma segunda-feira à noite, onde acontecem os Encontros de Reconexão. A cada semana um facilitador diferente traz um novo tema dentro da proposta. A contribuição sugerida é de R$ 5. Espaço gostoso de estar, de conhecer pessoas, de reconectar. Foi onde conheci o Tiago Bueno, um cara que conheceu a Comunicação Não-Violenta (CNV), matou no peito e está disseminando na cidade essa arte de se relacionar, de viver. Como fui picada pelo mosquitinho da CNV há quatro anos, já dei logo um jeito de me aproximar do Tiago para entender como andava esse movimento por aquelas bandas gaúchas. …Continue lendo>>>

Transformação da cidade, colaboração, criatividade: movimentos de Porto Alegre

Depois de um mês na comunidade Osho Rachana vim para Porto Alegre conhecer os movimentos, as pessoas, a cidade. E com dez dias de PoA, bah, como aqui está acontecendo coisa! Ocupações, encontros, ações. Hoje vou falar do pouco que vivi por enquanto e o que vem pela frente. Se eu fosse você, arrumava um tempo e ia dar uma volta do outro lado para ver como que é tá. O negócio está bonito, está fervendo – quem sabe não é por isso que o inverno está bem ameno, às vezes até quentinho. …Continue lendo>>>