Tag Archives: street art

Mini Graffiti

Quando vim morar na Lapa, uma das primeiras coisas que chamou a minha atenção foi o Barbudinho, personagem grafitado por Fernando Sawaya, o Cazé, que aparece em diversas situações inusitadas pela região central do Rio. A partir de então, fui entendendo o traço dele e reconhecendo outros dos seus personagens por aí, todos com uma pegada bem humorada, uma dose de crítica e protesto, mas sempre de forma amável e gentil.

barbudinho
painel gigante 1
painel gigante 2
Até o dia que o 8-bitch foi convidado para participar da Oficina de Grafite e Arte Urbana que ele promove no Morro da Casa Branca, na Tijuca, bairro onde os dois maiores paineis de grafite são assinados por Cazé (um de 8 metros de altura por 10 de largura e outro de 6 metros de altura e 4 de largura). Foi quando ficamos sabendo de uma exposição genial que ele estava organizando: o “Mini Graffiti”.

A ideia surgiu durante outra exposição com coletivos e artistas urbanos que também rolou na Cazota, uma produtora com um espaço super bacana e uma vontade grande de movimentar o seu entorno. “A obra criada pelo Efixis chamou muita atenção. Era um pequeno muro com mini tijolos que nos fez decidir pensar em algo maior que sustentasse essa ideia e pudesse trazer uma nova perspectiva de suporte.”

6U4A9506
6U4A9507
6U4A9509
6U4A9410
Cazé então reuniu outros seis artistas, em uma curadoria com total liberdade criativa e ênfase na produção independente. Bella, Biofa, Birita, Gloye, Nobã e Pakato, além dos próprios Cazé e Efixis, usaram os murinhos de 25cm x 15cm como um recorte da cidade. “A proposta é que o espectador possa levar o grafite para casa e reflita sobre o que é o espaço público.”

O muro: tijolo, massa e tinta. Esse é o principal suporte do grafite e é isso que quem passar pela Mini Graffitti vai ver!

SERVIÇO
Data abertura: 17 de setembro (quinta – feira), das 17h às 22h
Período de exposição: 17 a 20 de setembro
Horário de visitação: sexta a domingo das 14h às 20h
Endereço: Av. Beira Mar 406, sala 405 – Centro – RJ
Telefone: 21 99972-1642 // 21 2524-8592
Entrada Gratuita/Classificação livre

GaleRio – O Túnel vai virar Mar

O GaleRio, braço de Cultura do Instituto EixoRio, e a Secretaria municipal de Obras começaram nesse último domingo (25/01) a levar cores aos emboques do Túnel Alaor Prata, que liga os bairros de Botafogo e Copacabana, também conhecido como Túnel Velho. Com curadoria de Carlos Bobi e direção artística de Acme, 22 artistas – entre eles Ment, Meton, Kajaman, Bruno Big e Bands –  vão mandar ver  e  grafitar os cerca de 1500 m² de muros na entrada e saída do túnel. A previsão é que a pintura seja entregue dia 2 de fevereiro.

galerio-o-tunel-vai-virar-mar
Foto: Marcus Forster

Como os acessos às entradas do túnel parecem um mergulhão, os artistas pretendem fazer todo mundo dar um “tchibum” coletivo no fundo do mar, usando muito azul celeste, verde piscina e ilustrando diversos seres submarinos.

Foto: Marcus Forster
Foto: Marcus Forster
Foto: Marcus Forster
Foto: Marcus Forster
Foto: Marcus Forster
Foto: Marcus Forster

Além da revitalização da área, o projeto tem objetivo social. Na direção artística do projeto, Acme selecionou dez jovens da favela Pavãozinho, em Copacabana, onde mora, para que auxiliem os 22 grafiteiros na logística e na pintura dos painéis. O artista identificou nesses jovens a aptidão e a fome para a arte, sendo assim, o trabalho funcionará como um estágio para que eles fortaleçam ainda mais o gostinho pela coisa.

Amo Stencil – Campanha Doe Um Muro

Com o  intuito de reunir um grande acervo fotográfico do stencil produzido no Brasil e fortalecer quem produz arte utilizando a técnica, a Amo Stencil nasceu através da cabeça pensante e amante do trabalho com estamparia de stencil há 6 anos, Tiago Ramsestencil (Salvador – BA) e hoje já conta com quase 4.000 seguidores. …Continue lendo>

Banho de tinta no Hotel da Loucura

Localizado em uma enfermaria desativada no terceiro andar do Instituto Nise da Silveira, o Hotel e Spa da Loucura recebe de portas abertas médicos e pacientes do hospital psiquiátrico, músicos, atores, artistas plásticos, produtores culturais e quem mais quiser fortalecer o movimento idealizado pelo médico e educador popular Vitor Pordeus, que coordena as atividades no espaço mostrando que arte e ciência andam lado a lado.

hotel-da-loucura

Funcionando desde 2012, o Hotel é a sede da Universidade Popular de Arte e Ciência (UPAC), uma rede de formação de agentes de cultura e de saúde inspirada nas ideias de Nise de Silveira e Paulo Freire, e tem abrigado também muitos coletivos de artistas como Norte Comum, Vô Pixá Pelada, Tv Caiçara, Néctar – Núcleo de Experimentação Cênicas, Teatro de DyoNises, CRUA – Coletivo Criativo de Rua e Núcleo de Cultura Ciência e Saúde que ocupam os espaços de convivência e de criação, “usando a cultura como remédio e a arte como possibilidade“.

A coisa tem dado tão certo, que mais um andar foi aberto para ser ocupado e foi assim que as latas de spray de Carlos Bobi foram parar no Engenho de Dentro, levando junto com ele um time pesado de artistas para colorir agora o 4º andar do prédio.
…Continue lendo>>>

O muro é de quem?

Pinta, apaga, passa por cima, apaga, pinta, passa por cima ad infinitum. Desde que a pichação é pichação, o grafite é grafite, a arte urbana é arte urbana a batalha é estilo War. A missão é conquistar territórios, a estratégia é por conta e risco do muro, o tabuleiro é a rua e as peças são o estilo e o spray. Defesa e ataque dependem de reputação e ousadia – e é justamente aí onde mora a polêmica. Esta semana, a convite da curadoria da exposição Street Art – Um panorama urbano, vários artistas participantes da mostra deixaram seus registros pela cidade. Jef Aerosol esteve pintando o muro da Maison de France, no Centro, depois que o consulado francês disse que oui, pode pintar. Já o artista portugues MaisMenos pintou um muro que há anos era território conquistado pelos cariocas Marcelo Ment, Marcio SWK e Marcelo Eco. E foi na tsunami do facebook que o desabafo dos grafiteiros descontentes gerou um pressagio de “guerra fria”. …Continue lendo>>>

Google Street Art Project – O Street View da Arte Urbana

O Instituto Cultural do Google lançou o Street Art, um depósito on-line de mais de 5000 imagens de graffiti de todo o mundo como parte de seu projeto Google Art.

 “Mas muito tempo depois de a tinta desbotada das paredes, a tecnologia pode ajudar a preservar a arte de rua, onde as pessoas possam descobrir onde e quando quiser … Arte de rua pode ser temporária em nossas paredes e calçadas, mas sua beleza e vitalidade podem viver pra sempre na web. “,  escreveu  Lucy Schwartz no blog oficial do Google. …Continue lendo>>>