Tag Archives: zona norte

Música, Independência e Coletividade

Outro dia eu estava conversando com uma amiga numa mesa de bar e chegamos à conclusão de que iríamos começar uma pequena revolução no nosso círculo de amizades. Estudamos em Niterói e a maioria dos rolês que frequentamos são por lá, pela Zona Sul ou pelo Centro do Rio, mas nós duas moramos na Zona Norte e a gente sabe que aqui tem uns lugares bem bacanas pra se conhecer. Nossa revolução seria essa, reforçar cada vez mais pros nossos amigos que na Zona Norte também tem muitos eventos bons, bares super baratos e super tendência e que a cultura aqui borbulha. O subúrbio é lindo.

Calhou de logo depois dessa conversa a gente ficar sabendo da existência de um evento super maneiro que aconteceria na Penha, uma parceria do coletivo Subsolo com o coletivo Leopoldina Orgânica. Nele ia rolar uma feira orgânica pela manhã e shows de artistas independentes pelo resto da tarde. Eu e Carol – minha amiga da revolução – pegamos nossas coisinhas e fomos nos divertir, só que dessa vez pertinho de casa. …Continue lendo>>>

A luta segue – RC Nilópolis

Cortando a metrópole atrás da rima perfeita, de cap, moletom e chinelo, com uma idéia na cabeça e uma caneta na mão, uma juventude sangue no olho deixa sua quebrada majoritariamente na Baixada ou na Zona Norte pra vibrar e participar da batalha mais disputada das redondezas.

Morando em Nilópolis há mais de vinte anos fui conhecer a Roda Cultural de Nilópolis cerca de um ano atrás, quando sediaram a Batalha das Batalhas (batalha entre os mcs campeões de cinco rodas do Rio) na segunda praça da Manoel Reis. Na ocasião, apesar da chuva e do frio, mais de 200 pessoas se amontoavam para ver o que rolava no palco, montado ao lado da quadra com uma caixa e um mic. Na ocasião alem do Slow da BF (um cara que respeito muito, não só pelo som, mas por saber da importância da circulação de ideias e fluxos), mcs de todo o Rio estavam presentes para batalhar. …Continue lendo>>>

O Rio, a moda, a Zona Norte Etc

Nasci e cresci na Tijuca, bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro. Fui muito a praia da Barra de 233 pulando a roleta ou a janela, ao baile funk do Salgueiro, a festa junina da PE, ao Maracanã, a feirinha da Praça Saens Peña, a matinê do Terceiro Milênio, joguei pique bandeira na rua, tomei muito porre na Praça Varnhargem e nas festinhas do Tijuca Tênis clube (o restante não posso inserir aqui, pois minha mãe deve estar lendo). Foi lá que eu dei meu primeiro beijo e  me apaixonei pela primeira vez e muitas outras vezes, inclusive pelo botequim. <3 …Continue lendo>>>

O NAVIU que aportou na Zona Norte

Dos cartazes aos muros o que importa é pensar a importância particular de cada superfície, trabalhando diferentes linguagens, técnicas e texturas sobre ela.

Pensando no grafite como arte pública, o coletivo NAVIU tenta resignificar os espaços trazendo cores e mensagens para a cidade, na tentativa de deixá la menos cinza. …Continue lendo>>>